No meu bolso

bolso m

Eu tinha sete anos e meio quando o meu visto foi carimbado,
a 26 de Julho de 1939.

Houve aproximadamente 10000 crianças como eu que, no início da Segunda Guerra Mundial, vieram para a Grã-Bretanha.
Algumas eram ainda bebés. A maioria de nós era judia.
Cada uma tinha um lugar num transporte para crianças que nos levava para
longe da Europa Nazi.

Continuar a ler

Memórias e malmequeres

ramo primaveril px

Já vi coelhinhos fofos bem cedo pela manhã e cheirei o perfume de doninhas através da janela do meu quarto à noite. Assisti, impotente, ao voo picado de um bando de pássaros sobre os meus legumes quase prontos a comer e tentei, vezes sem conta, criar uma horta. Dir-se-ia que, quando a colheita começa a ficar pronta e eu começo a antecipar o sabor dos frutos do meu trabalho, tudo acaba por desaparecer.

Contudo, não posso queixar-me, pois, quando era criança, estraguei alguns jardins…

Lembro-me do verão dos meus seis anos. Era o último verão de liberdade antes de entrar para a escola. Os meus amigos e eu passávamos dias ociosos na piscina ou a construir fortes, e costumávamos acabar por invadir o jardim de uma vizinha.

Continuar a ler

Aldeia

foto paisagem laranja m

recordo os abraços de mãe
nas noites de trovoada
e de lhe perguntar se aquela chuva toda
ia inundar o mundo.
recordo aquela manta que servia toda a família
quando chegava a hora da novela.
e aqueles passeios pelo campo
sem destino ou direcção.

Continuar a ler