Pequeno Aguadeiro

aguadeiro

Depois de um século da assinatura da Lei Áurea, o negro brasileiro ainda não experimentou sua verdadeira libertação. Não lhe prepararam caminhos em que pudesse enfrentar a nova realidade: participar do convívio social em pé de igualdade com os antigos senhores e seus descendentes. O importante é que o potencial que cada negro carrega está prestes a surgir para que se enriqueça mais e mais a terra brasileira.

Continuar a ler:

 

Eu sei, mas não devia

janela-michael-swanson-m

Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E, porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora. Continuar a ler

A moça tecelã

a-moca-tecela-m

Acordava ainda no escuro, como se ouvisse o sol chegando atrás das beiradas da noite.
E logo sentava-se ao tear.
Linha clara, para começar o dia. Delicado traço cor da luz, que ela ia passando entre os fios estendidos, enquanto lá fora a claridade da manhã desenhava o horizonte. Depois lãs mais vivas, quentes lãs iam tecendo hora a hora, em longo tapete que nunca acabava.

Ler mais:

Pode continuar a ler em pdf

 

Asa da Palavra

palavras-10m

“Para entendermos um livro, temos que passar a mão na pele do papel,sentir os contornos das letras e, depois, imaginar o que está além da casca das palavras. Toda palavra espera, dentro dos livros, para ser tocada.”

Meu pai era pastor pregador de muita fé. Gritava alto, gesticulava demais. Fazia mão voar junto com as palavras lá dele. Palavras de meu pai pareciam bicho esquisito raro, que só se vê em revista ou televisão. Continuar a ler